Primeiro balanço do Painel sobre Avaliação de Tecnologia a nível parlamentar

Foi particularmente interessante a primeira parte da Escola de Inverno de 2011. Em primeiro lugar, em paralelo com uma exposição em colaboração com o Museu da Ciência da Universidade de Lisboa sobre Química e o Laboratorio Chimico do sec. XIX, a Biblioteca da FCT-UNL ofereceu de novo excelentes condições para a realização desta Escola de Inverno.

Em segundo lugar, o Laboratório de eLearning de novo deu o seu apoio para a recolha e produção vídeo das intervenções registadas durante os dois dias do evento. Em breve, a informação estará disponível para consulta ou para aqueles que não puderam estar presentes seguirem assim as apresentações e os debates que se seguiram.

Em terceiro lugar, podemos considerar um sucesso o facto de mais uma vez terem acorrido a este evento estudantes de mestrado e doutoramento da FCT-UNL e de outras universidades, em particular os estudantes do programa doutoral em Avaliação de Tecnologia.

Neste ano optámos pela realização de um painel internacional sobre o tema “Avaliação de Tecnologia a nível parlamentar” em Portugal e na Europa. Teve a presença de Jan Staman (director do Rathenau Institute), de Sergio Bellucci (TA Swiss) e de novo Leonhard Hennen (ITAS-KIT). Apresentaram as diferentes experiências da Holanda, Suiça e Alemanha, assim como foi ainda detalhado um conjunto de objectivos e metodologias associados ao projecto europeu PACITA. António Moniz fez a introdução e análise das actividades de AT em Portugal e Mara Almeida apresentou as tarefas que serão coordenadas pela equipa portuguesa do projecto. O debate foi particularmente participado e alguns caminhos foram definidos para uma maior exposição pública das actividades de AT em Portugal, e das actividades portuguesas desta área na Europa. A articulação com a EPTA e a Assembleia da República estão a desenvolver-se. Foi ainda significativa a presença do deputado Ribeiro e Castro no debate, assim como a explicitação do interesse por parte de outros deputados portugueses dos mais variados quadrantes partidários.

A avaliação de tecnologia em Portugal tem vindo a ganhar evidente relevância política, e este debate marca certamente uma nova orientação no crescimento e desenvolvimento da comunidade portuguesa associada à avaliação de tecnologia. Esse desenvolvimento tem sido reconhecido pela comunidade internacional e a sua articulação com a actividade parlamentar depende agora da nossa iniciativa.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: